Como colocar arandela na parede: passo a passo simples!

Atualmente, temos diversas opções de luminárias para compor os projetos de iluminação, afinal, além de serem elementos para iluminação, elas também são projetadas para compor a decoração dos ambientes internos e externos.

E, por serem extremamente versáteis, as arandelas ganharam muito espaço no mercado e se tornaram tendência de design quando falamos em itens de iluminação, um sinônimo de atualidade e personalidade nos projetos residenciais e comerciais. Vamos saber mais sobre elas?

Afinal, como instalar uma Arandela?

As arandelas são devem ficar presas na parede e sua instalação é fácil e você mesmo pode fazer sem a necessidade da contratação de um profissional. Anote o que você irá precisar:

Retângulo preto com passo a passo da instalação.

  • As arandelas escolhidas;
  • Lâmpada específica para o tipo de arandela escolhido;
  • Nível (instrumento para indicar ou medir inclinações em planos, utilizado por carpinteiros);
  • Furadeira e parafusadeira;
  • Parafusos;
  • Buchas;
  • Alicate comum;
  • Alicate descascador de fios;
  • Chave de fenda.

Antes de começar a instalação, é válido desligar a chave geral de energia elétrica ou os disjuntores para garantir sua integridade e segurança. Se julgar necessário, utilize uma chave teste para ter certeza que não está chegando energia nos fios que você irá usar na manipulação.

Então, siga o passo a passo a seguir:

  1. Separe todas as partes da arandela, deixe somente sua base e a coloque no local de fixação, passando os fios elétricos pela sua parte interna;
  2. Faça marcações de referência para a perfuração na parede e verifique seu alinhamento;
  3. Retire a base e furei a parede nos locais marcados, colocando as buchas nos buracos;
  4. Recoloque a base da arandela na parede deixando novamente os cabos elétricos visíveis e fixe-a com os parafusos;
  5. Desencape os fios elétricos em aproximadamente 6 mm nas pontas;
  6. Ligue os fios nos conectores, seguindo as instruções do fabricante da sua arandela;
  7. Encaixe a parte externa da arandela na base que já foi instalada na parede e fixe-a;
  8. Não se esqueça de colocar a lâmpada da arandela no equipamento;
  9. Se o modelo de sua arandela for um com sensor de movimento, é necessário regular esse dispositivo;
  10. Faça o teste para ver se tudo funciona perfeitamente.
  11. Pronto! Agora sua casa conta com uma iluminação sutil e indireta muito elegante e sua decoração ganha elementos de destaque.

Afinal, por que usar arandelas no meu ambiente?

Antigamente, as arandelas eram itens mais rústicos em tons terrosos e com acabamento em madeira. Projetadas para serem instaladas na parede, o modelo mais comum era o que imitava o formato de um lustre, mas com um tamanho menor.

Arandela com luzes acesas em parede preta.

Com as atualizações de linhas e tendências de design, a arandela de LED se tornou a queridinha dos decoradores e arquitetos, tanto que chegou ao mercado repaginada em diversas cores, materiais e tamanhos diferentes.

Mas, antes de investir em arandelas para o seu projeto, existem dois pontos importantes que você deve se atentar. O primeiro é que a arandela produz uma luz indireta ou secundária, ou seja, ela não é projetada para ser a iluminação principal do ambiente, e sim iluminações complementares. Geralmente, são usadas para complementar a luz principal de lustres ou plafons, trazendo mais detalhes à decoração do ambiente.

O segundo ponto é que as arandelas são luminárias de paredes e, quando instaladas de maneira correta, podem ser utilizadas como elementos de destaque à textura da parede e ajudar a compor a iluminação de ambientes externos.

Versatilidade das arandelas: podem ser usadas em qualquer lugar!

Outra característica bacana das arandelas é que elas podem ser usadas tanto em áreas internas quanto externas!

Arandela com vidro branco e base dourada em parede.

Os modelos produzidos para áreas externas possuem proteção para parte elétrica contra chuvas, ventos e mudanças climáticas. Ao instalar uma arandela no seu jardim, é válido certificar-se que ela pode ser aplicada com segurança, não deixando nenhum fio exposto desencapado no projeto.

Já as arandelas fabricadas para ambientes internos possuem mais detalhes e um foco maior na decoração do ambiente. Por não haver necessidade de serem resistentes ao sol ou à chuva, é possível encontrar arandelas feitas com materiais mais delicados e dar um acabamento mais sofisticado ao seu espaço.

Então, antes de escolher o modelo correto, não esqueça de analisar a função do cômodo para optar pela arandela ideal. Em locais que exigem mais atenção, como em uma cozinha ou na iluminação de um escritório, elas podem ter mais destaque na iluminação, agora, se você estiver escolhendo um modelo para o seu quarto, você pode utilizá-las para oferecer uma iluminação indireta, ideal para momento de descanso ou quando não há necessidade de luminosidade intensa.

Outra dica excelente é aproveitar a arandela para valorizar a textura da parede onde ela será instalada. Paredes que possuem revestimento em 3D ou acabamento com pedras, madeira ou papel de parede ganham ainda mais destaque quando iluminadas pelas arandelas.

E aí, preparado para instalar as arandelas nos seus ambientes? Esperamos que sim. E, se você mais dicas sobre projetos de iluminação, confira mais conteúdos aqui no nosso blog e aproveite!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário