Tudo sobre o estilo minimalista para você se inspirar 

Tudo sobre o estilo minimalista para você se inspirar 

O estilo minimalista surgiu no século XX, por volta de 1980. Essa nova onda veio em total oposto dos estilos decorativos do século passado ao mesmo passo que entra em confronto com as demandas de consumo do capitalismo no século atual.

O minimalismo possui traços inovadores e traz em sua essência formas geométricas simples em ambientes decorados somente com o que é funcional – tudo o que é excesso sai de centro. Esse estilo popularizou e se tornou um lifestyle em diversos outros âmbitos da vida: moda, alimentação, decoração, dentre outros.

Acompanhe este post da Henrilustres e saiba como decorar a sua casa no estilo minimalista, quais tonalidades usar e até mesmo os benefícios que essa prática pode trazer!

O que é uma decoração minimalista?

sala de estar ampla branca com sofá branco minimalista

A decoração minimalista possui um forte princípio: a praticidade. Deixar um cômodo funcional não quer dizer torná-lo sem atrativos ou sem graça, o minimalismo cumpre bem o papel de tornar um lugar belo e ao mesmo tempo clean. Bons móveis, otimização de espaço, praticidade e algumas outras características compõem uma decoração minimalista.

Em um mundo agitado, com rotinas superlotadas, viver em um ambiente sóbrio é relaxante. No minimalismo, a extravagância não encontra espaço, em vez disso, simplicidade, delicadeza e foco nos detalhes tornam o lar tranquilo e relaxante para se viver. Nessa cultura, objetos que servem puramente para embelezar o lugar são retirados, apenas o que é funcional para a casa é mantido.

O estilo minimalista é, então, uma nova forma de se viver, ele facilita a limpeza de uma casa, amplifica os cômodos e acrescenta muita personalidade ao ambiente. Engana-se quem acredita que esse modelo de decoração é chato, o minimalismo é autêntico e dotado de identidade, no próximo tópico você conhecerá as principais características.

Quais são as principais características do minimalismo?

Uma das principais características do minimalismo está na escolha dos móveis inteligentes, alguns objetos são must have e não podem faltar em casas que aderem a essa decoração.

O primeiro passo ao embarcar nesse conceito é olhar para os móveis com uma nova perspectiva, já que eles serão um dos fundamentos principais da decoração. É preciso fazer com que eles desempenhem suas funções com graciosidade e performance no ambiente.

Espaços amplos e incidência da luz natural são dois pontos que norteiam o minimalismo, no entanto, mesmo em locais pequenos é possível criar essa sensação de espaço, aliás, esse tipo de decoração favorece e muito apartamentos e residências que possuem amplitude reduzida.

cozinha minimalista com luz natural entrando por janela grande aberta

A escolha das cores também deve ser levada em consideração. Tonalidades brancas e pastéis são as preferidas desde que acompanhadas de cores naturais como verde, branco, marrom, cinza, preto, bege. A claridade é imprescindível uma vez que ela torna o espaço ainda maior, nesse caso você pode optar por lustres específicos com focos embutidos.

Prateleiras abertas não são recomendadas, a tendência nesses móveis é acumular uma série de objetos decorativos, no entanto, se possuir uma, o recomendado é que tenha o mínimo de decorativos posicionados, somente mesmo o essencial.

Os móveis são pensados para serem peças estratégicas – facilitar a limpeza, organização e a passagem entre um ambiente e outro são algumas das principais características do minimalismo. Toda a casa deve funcionar com fluidez.

sala minimalista com parede texturizada em concreto e almofadas

Dispense as estampas e aposte em texturas: vidro, inox, cromado, mármore, granito e pedras. Nas paredes, aposte em quadros marcantes e que expressam a identidade do residente e, por fim, plantas.

Ambientes minimalistas ganham vidas com plantas, as orquídeas, as samambaias, os cactos e as suculentas estão dominando as salas, a natureza traz uma agradabilidade e conforto ainda maior para o local.

Como decorar uma casa no estilo minimalista?

Decorar uma casa minimalista pode parecer fácil, no entanto, alguns cuidados precisam ser tomados, pois, ao invés de construir o conceito, a casa poderá parecer vazia e inóspita.

Preparamos 4 dicas básicas que vão te ajudar a acender o minimalismo no seu lar, veja só:

Desapego

Para aderir ao estilo minimalista na decoração da sua casa, é preciso encarar a máxima: menos é mais. Sim, mesmo que seja uma tarefa dolorosa, é importante realizar uma poda nos decorativos e realizar um desapego.

O ser humano possui a tendência de acumular coisas ao longo dos anos, muitas vezes, objetos comprados há muito tempo nem fazem parte mais da rotina ou estilo da casa, por isso, vale a pena desapegar!

A renomada Mari Kondo, especialista em organização pessoal, possui um documentário na Netflix sobre organização e ordem na casa, assista, esse conteúdo te ajudará muito a escolher o que despachar sem sofrer tanto.

Iluminação

A iluminação é um fator essencial para incrementar o minimalismo em um ambiente. Para funcionar, é preciso que haja uma iluminação bem distribuída por todo o ambiente.

Para isso, invista nas lâmpadas LED, luminárias, pendentes e plafons, o design moderno dessas estruturas trará um nível de elegância notável ao ambiente sem que sejam necessários grandes excessos.

Cobre, concreto, madeira e metal são os melhores materiais para você aderir, nós fizemos um post sobre como valorizar espaços pequenos com iluminação indireta, embarque nessa nova tendência de iluminação, leia e aprenda a aplicá-la na decoração minimalista.

Mobiliário

cozinha minimalista com luz natural e armário funcional

O mobiliário escolhido para compor uma decoração minimalista deve ser confortável. É de suma importância que os móveis sejam convidativos para o lar se tornar atraente e aconchegante.

Móveis cleans ajudam a tornar os cômodos maiores, a mescla entre um sofá cinza com pisos claros é uma boa composição. No entanto, o preto em estruturas de metal funcionam muito bem em ambientes minimalistas e modernos. Madeira e mármore são duas estruturas perfeitas para quem busca elegância e simplicidade na medida certa.

Cabideiros, aparadores para objetos pessoais e bancos para a troca de sapatos são super funcionais em um hall de entrada. Nas salas de estar, os quadro decorativos, as luminárias e mesas de centro podem conversar entre si, contendo um detalhe de moldura como pontos de interseção.

Na sala de jantar, não deixe nada em cima das mesas, a luminária é que possui o papel de roubar a cena. No mais, preste bem atenção ao design dos móveis, normalmente, móveis minimalistas são menos robustos.

Superfícies

O ideal é manter o máximo possível as superfícies livres. É comum encontrarmos mesas de jantar, aparadores, pias de banheiros e estantes abarrotadas de quinquilharias. Porém, se você deseja aderir ao minimalismo, precisará retirar grande parte desses objetos. Alguns livros, um porta retrato, revistas ou até mesmo vasos de planta pequenos cabem, sim, em uma prateleira o que não pode haver é o excesso.

Como as paredes e o restante dos móveis já são de cores sóbrias, os itens decorativos devem se destacar, nesse caso é permitido a escolha de tons vibrantes. Portanto, escolha um objeto marcante e invista nele, ao invés de aderir a dezenas que só poluirão o decor.

Benefícios do minimalismo, quais são?

O estilo de decoração minimalista vai além de uma estrutura física e espacial, para conseguir aplicá-la com eficácia no design de interiores é preciso exercer o minimalismo em outras esferas da vida, afinal, esse é um estilo de vida.

Viver em um ambiente mais organizado, leve e que carrega o essencial contribui positivamente para a saúde mental, o relaxamento e até para a sensação de descanso ao chegar em casa.

Praticar o desapego e reduzir os móveis decorativos não significa abrir mão do charme, elegância ou da beleza para a sua casa, pelo contrário, aplicando essa técnica você encontrará mais precisamente o estilo e personalidade do seu lar.

Uma casa gostosa é composta por espaço, lugares aconchegantes e funcionalidade. Reduza o tempo de limpeza e encontre mais espaço para você e para as pessoas que você ama, comece a aplicar o estilo na decoração e perceba a fluidez no funcionamento da casa.

Viu o quanto esse estilo pode acrescentar na sua casa? Esperamos que tenha gostado desse post e, se você possui alguma ideia inspiradora, traga ela para a Henri Lustres!

Queremos te ajudar a encontrar o seu estilo e aplicar as melhores decorações para o seu ambiente, acompanhe-nos por aqui para ficar por dentro de posts semanais sobre o universo de decoração e iluminação. Até mais!

Deixe um Comentário