Conheça as diferenças da iluminação decorativa e técnica

A iluminação é uma das etapas essenciais de qualquer projeto arquitetônico, seja uma casa residencial, ou o espaço de uma grande empresa, esse é um fator que não costuma passar despercebido. Porém, antes de escolher as cores e modelos de cada luz, é importante entender a diferença entre a iluminação decorativa e a técnica.

Muito além de um abajur decorativo, ou até mesmo de luzes amarelas ou brancas, pensar na iluminação como uma estrutura que precisa se encaixar nas necessidades de determinado espaço é unir valores técnicos e decorativos para elaborar projetos ainda mais satisfatórios e iluminados.

lustre e luminárias

Para te ajudar a entender melhor como esses dois pontos se diferenciam e como trabalhar cada uma deles da melhor forma possível no seu projeto, a Henrilustres entra em cena. Venha conhecer nossas dicas e informações sobre iluminação decorativa e técnica e alcance resultados impressionantes!

O conceito de iluminação decorativa

A iluminação decorativa é a opção mais presente no nosso dia, afinal, é difícil pensar em uma meta de decoração que não inclua algumas luzes. Pensando em termos técnicos, esse tipo de iluminação se refere a peças decorativas que são utilizadas para iluminar um ambiente além dos pontos principais de luzes. Entenda também o que é plafon.

Seja na construção de um novo espaço, ou na reforma daquele cantinho sem graça, a iluminação deve ser pensada além de seu propósito técnico, que, apesar de ser essencial, não dá conta de preencher todas as necessidades. O aconchego e o conforto do espaço costumam ser completados com esses pontos de luz estratégicos.

iluminação decorativa de banheiro

A posição que escolhemos para que essas luzes ocupem no cômodo é tão importante quanto centralizar lâmpadas no teto, a diferença aqui está na utilização decorativa dos elementos. Uma luminária de piso, por exemplo, exerce uma função decorativa e de iluminação completamente diferente de um abajur de canto de cabeceira. Veja também sobre sanca de gesso invertida.

Devemos considerar cada aspecto da iluminação decorativa, pois, apesar de ser mais ligada ao lado estético, ela também é responsável por criar o clima do ambiente. Mesmo que sua intenção seja apenas combinar cores, materiais e propostas na sua decoração, as luzes presentes nesses objetos não podem ser deixadas de lado.

Iluminação técnica: precisão em cada escolha

Assim como a iluminação decorativa, a iluminação técnica também está presente na nossa rotina, mas diferente da anterior, ela se tornou tão intrínseca a nossa realidade que não percebemos com tanta facilidade sua presença constante. No entanto, é fundamental entender a importância dos aspectos técnicos da iluminação.

Um projeto de iluminação técnica tem muita ligação com o lighting design, ou seja, o desenho de luz daquele ambiente, sendo ele de grande, médio, ou pequeno porte. A iluminação é cautelosamente especificada, como IRC, TC, IP, soquete, radiação, número de facho e tantas outras opções.

iluminação de sala de estar e banheiro

Longe de pensar nos aspectos decorativos, aqui as lâmpadas de led são milimetricamente colocadas para projetar a iluminação daquele espaço. Aqui, pensamos sempre onde cada ponto de luz é capaz de expressar melhor toda a sua capacidade de clarear, iluminar e deixar aquele local confortável aos olhos.

Transformar a percepção de um espaço, mesmo sem substituir elementos práticos e decorativos, ou até mesmo as cores das paredes, é um das principais funções da iluminação técnica. Outras técnicas aplicadas neste modelo de trabalho são os conceitos cênicos, a distinção entre cor-luz e cor-pigmento, os filtros de correção, e muito mais.

Iluminação decorativa e iluminação técnica: como combinar as ideias?

Embora sejam definidas por conceitos e aplicações diferentes, as iluminações decorativas e técnicas são complementares na hora de projetar ambientes com uma boa luz. Pensar em estratégias para unir praticidade, utilidade e aspecto estético é o ponto chave para aplicar a iluminação.

Em um espaço doméstico, a iluminação tradicional de salas de estar ou jantar podem ser ainda mais valorizadas com a inclusão de um lustre. Quando bem utilizada, e harmonicamente posicionada, essa peça é capaz valorizar a decoração e criar uma distribuição de luz mais sofisticada. 

Na hora de adicionar seu lustre a esses ambientes, o mais indicado é posicioná-los de forma centralizada, seja em cima da mesa ou no meio da sala de estar. Para casos como a mesa de jantar, lembre-se de manter de 80 cm a 1m de distância do final do lustre até o campo de visão, para não atrapalhar as conversas entre os convidados.

Duas tendências que também são perfeitas para unir aspectos técnicos e decorativos são os rasgos de luz e a iluminação interna com fitas de led. Os rasgos são realizados no gesso, entre o teto e o forro, com perfis de led bem posicionados, e são perfeitos para ambientes modernos.

iluminação decorativa de banheiro

Com uma proposta clean e minimalista, o balanço entre os feixes de luz e a iluminação principal fica responsável por levar aconchego para salas, quartos e banheiros. Já a iluminação interna com fitas de led, também é capaz de construir o mesmo efeito, porém ajuda também na organização de armários e prateleiras pouco iluminadas.

iluminação pendentes

Os conceitos de iluminação decorativa e técnica trabalham em união para transformar ambientes de forma prática e estética. Seja com pendentes ou uma lâmpada especial, vale a pena brincar com essas propostas para garantir um projeto personalizado e que reflita tudo que esperamos daquele determinado espaço. 

Conheça os inúmeros produtos da Henrilustres e não deixe de conferir outras dicas no nosso blog para um projeto de iluminação completo!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário