Quem inventou a lâmpada? Conheça o gênio revolucionário!

Quem inventou a lâmpada? Conheça o revolucionário Thomas Edison!

Muitas criações culminaram nas diversas evoluções da humanidade, tanto em questões de medicina, cultura e valores, mas, principalmente, tecnologia. Essa permitiu que realizássemos muitas coisas diferentes, mesmo a mais ínfima ajudou toda a sociedade a dar um salto para o futuro. Uma que podemos citar é a criação da lâmpada.

Fotografia micro de uma lâmpada incandescente - inventor lâmpada

Antes, tochas, candelabros com velas e outros itens eram utilizados. Pode-se dizer que o fogo ajudava muito, mas uma boa parte dos locais poderia ficar na completa escuridão sem o sol. Então, surgiu um estudioso que queria vencer seus limites e os limites da sociedade para criar algo totalmente novo. Você sabe quem é ele? Sabe quem inventou a lâmpada?

Se você não conhece ou sabe muito pouco sobre esse gênio, a Henrilustres preparou um post especial. Afinal, levamos a luz a muitas pessoas, assim como sua beleza, não é? Acompanhe o post para saber mais!

Thomas Edison e sua história: o inventor da lâmpada

Thomas Alva Edison era um famoso empresário que nasceu no ano de 1847. Como um grande apreciador das tecnologias industriais, ele foi um contribuinte muito importante, visto que foi investidor assíduo de dispositivos novos, assim como patenteou os seus próprios, no total foram mais de 2300 invenções!

foto de Thomas Edson inventor da lâmpada elétrica - inventor lâmpada

Ao contrário do que todos pensam, já que ele era um empresário famoso, Thomas Edison não nasceu em uma família de classe alta, mas sim em uma de classe média. Seu pai trabalhava com muitas coisas para sustentar ele e seus irmãos, e sua mãe tinha sido professora. Como filho mais novo de sete irmãos, dos quais só sobraram 4, porque as outras faleceram pequenas, ele era o que mais recebia atenção da mãe.

Quando criança, ele não se dava bem na escola, pois diziam que não queria aprender, até que tinha bichos no corpo, e não fazia todas as lições. Dessa forma, Edison saiu da escola e sua mãe começou a ensiná-lo em casa conforme os assuntos que ele mais prezava estudar porque lhe interessavam. O rapaz começou a pegar muito gosto por ciência e lia todos os livros disponíveis, portanto montou um pequeno laboratório no sótão de sua própria casa e fazia experiências quando conseguia.

Mais velho, trabalhou fazendo muitas coisas, mas, principalmente, em um trem, onde vendia todo tipo de coisa. Assim, foi adquirindo mais conhecimento e fazendo novas coisas para revolucionar a tecnologia da época.

História da lâmpada: entenda como ela surgiu

Como já dito, há muitos anos, as pessoas usavam o fogo como fonte principal de luz. Em velas, candelabros, depois as famosas lamparinas, que nada mais são que um objeto de vidro com óleo que é ateado fogo para iluminar, logo após, surgiram os lampiões, que ajudavam muito na iluminação das ruas da cidade.

uma mão segurando uma lâmpada incandescente apagada, com o horizonte ao fundo - inventor lâmpada

Na época, muitos estudiosos cientistas buscavam criar a lâmpada elétrica, construindo partes dela e fazendo testes para que a invenção se concretizasse, mas nunca conseguiram chegar ao material resistente ao calor produzido. Os registros dizem que, para a invenção da lâmpada, as tentativas passaram de 1000.

Por fim, a lâmpada surgiu quando Edison usou o carvão para fazer o filamento a ser energizado. Esse recebeu cerca de 900 K de temperatura e começou a emitir uma luz amarela e vermelha um pouco fraca no início e, depois, brilhou cada vez mais forte. Assim, ela iluminou por dois dias inteiros e foi considerada um grande sucesso!

Por isso, mesmo com todas as outras tentativas realizadas por cientistas antes de Thomas Edison, que com certeza contribuíram para o resultado final, não há como negar quem inventou a lâmpada realmente, certo?

A invenção da lâmpada revolucionou não só toda a indústria, possibilitando a criação de muitos outros dispositivos e máquinas, já que continha eletricidade, como melhorou a qualidade de vida das pessoas. Quando a produção em escala dela começou, as pessoas podiam desfrutar de sua luz.

Trajetória e evolução da lâmpada: resumo breve

Com a produção em escala, as ruas de Nova Iorque foram iluminadas com elas, o que diminuía o trabalho das pessoas que precisavam sair apagando uma por uma e depois as acendendo próximo do anoitecer seguinte. Depois disso, novos cientistas se aventuraram nas criações para tornar essa fonte de luz ainda melhor e mais eficiente.

Foto de três lâmpadas incandescentes, cada uma de formatos diferentes Inventor lâmpada.

Quase meio século depois, surgiu a lâmpada fluorescente, projeto de Nikola Tesla, que era mais eficiente e, na época, mais econômica. E os experimentos e criações continuavam, tanto que pouco tempo depois a lâmpada halógena surgiu, cujo filamento era feito de tungstênio envolvido por um gás que leva o nome do objeto.

Mais alguns anos da história, surgiu a lâmpada que, definitivamente, revolucionou tudo de novo, tanto em questões econômicas quanto ecológicas, além de ser bem eficiente, a LED. Com ela, modelos coloridos foram surgindo até resultar em tudo o que temos atualmente.

Se você quiser entender mais sobre os tipos de lâmpadas, temos um post especial que fala sobre as características, vantagens e desvantagens de cada, aproveite para conferir depois!

Mas com tudo o que transformou o mundo, as grandes indústrias e empresas mundiais estão investindo em energias diferentes para fornecer a eletricidade, tanto para diminuir o consumo de recursos não-renováveis quanto para que as pessoas tenham mais qualidade de vida, evitando gastos desnecessários. O Brasil é um dos países com mais de 80% de fontes elétricas renováveis, conforme dados do Governo Federal.

O que se espera é que novas tecnologias venham para iluminar mais o mundo. Então, essa foi uma breve história sobre quem inventou a lâmpada, você já sabia de todas essas informações? A sociedade está em constante evolução, talvez, em mais alguns anos, tenhamos outros elementos e uma nova lâmpada, já pensou? Para estar sempre por dentro de assuntos relacionados a luminosidade, acompanhe nosso blog toda semana!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário